Make your own free website on Tripod.com

PABLO NERUDA

N. R. Reys Basualto (Pablo -) nascido em Temuco (Chile) em 12 de junho de 1904, começou a tornar-se conhecido em sua própria cidade natal, onde teve a seu cargo, em 1818-19 uma página literária em La Mañana". Colaborou a seguir em "Selva austral y Atenea", do mesmo povoado, e em 1919 obteve um prêmio nos "Jueglos Florales" de Maule, com sua poesia "Comunión ideal".
Em 1920 foi para Santiago, onde começou a estudar para professor no instituto pedagógico, e dedicando-se ao ensino teve a seu cargo uma classe no liceu do Hansen. O aparecimento do livro "Crepusculário"(1923), contribuiu para o seu prestígio de renovador e mereceu a repulsa de boa parte da crítica, assustada com ersos "La Jeune Paas inovações revolucionárias do poeta. Em 1924 publicou y una canción desesperada" e em 1926 "Tentativa del hombre infinito", versos e "El habitante y su esperanza", prosa poética. Em 1927 foi nomeado consul de seu país em Calcutá e em 1929 publicou, na Índia, um novo livro: "Residência en la tierra", do qual fazem parte 3 poemas publicados em 1930 pela revista "Occidente" intitulados: "Galope muerto", "Serenata" e "Caballo de los sueños". Colaborou em diversas revistas como "Claridad", "Andamios", "Nuevos recuerdos", etc.


NOVO CANTO DE AMOR A STALINGRADO

Eu escrevi sobre a água e sobre o tempo,
Pintei a dor e seu metal cobreado,
Escrevi sobre o céu e a natureza,
Agora escrevo sobre Stalingrado.
As noivas já guardam no seu lenço
Raios de meu amor enamorado;
Meu coração agora está no solo,
Na fumaça e na luz de Stalingrado.
Já toquei com as mãos líricas a fímbria
Do crepúsculo azul e derrotado:
Agora toco a própria luz da vida
Nascendo com a do sol de Stalingrado.
Sinto que o velho-jovem transitório
De pluma, como os cisnes adornado,
Despe a roupagem de seu mal notório
Por meu grito de amor a Stalingrado.
A minha voz chorou teus grande mortos,
Junto aos teus próprios muros abalados.
Homens! As ferreas naus
PÏ inicial de sua carreira: "Werther"trabalho

FOLHETIM | LITERATURA | GRAMÁTICA | CONTATO | HTML